sábado, 21 de maio de 2011

Convidativo

Provar das frutas mais doces, dos vinhos mais suaves, o intimo dos sabores é o que procuro dia a dia.
Corre junto comigo, sente o perfume das flores silvestres, nós podemos encontrar juntos uma nova fragrância. 
Eu sei que ainda é cedo para me perder de vez, mas me perco todos os dias, e me acho só à noitinha quando as pessoas chamam por meu nome e perguntam sobre minhas incertezas. 
Você pode vir junto comigo, se quiser. Você quer?
Anda comigo à tardinha, é a hora que eu gosto de pensar, nada de aproveitável, claro, os bobos é a que aproveitam os pensamentos. Eu deixo que os pensamentos pensem por si só, que se percam dentro de mim. 
Os bobos.
Finalmente toquei no nome deles, tão bobo-bobinhos que guardam para si os meus ressentimentos, não liguem se eu não olhar para vocês quando eu passar feliz pelas ruas, nem olhem também para mim.
Eu convidei somente uma pessoa para vir junto comigo e até agora ela não me respondeu.
Pergunto novamente e pela última vez: Você vem junto comigo?
Nós podemos dançar se você quiser. Você quer?
Quem dera eu me livrar desta dor boa, que é este amor que te sinto, que é capaz de me fazer voltar atrás com as palavras, pois eu disse que iria perguntar só por mais uma vez. Mas pergunto todos os dias se você não quer me acompanhar. O convite está feito meu rapaz. 



Tainná Vieira

1 comentários:

Saulo Teixeira disse...

Convite aceito ;* =D

Postar um comentário